fbpx

Novas Casas na Inglaterra Terão Carregadores Para Carros Elétricos em 2022

Novas casas e prédios na Inglaterra serão obrigados por lei, a instalar pontos de carregamento para carros elétricos.

O governo disse que essa mudança proporcionará 145.000 pontos de carregamento instalados em todo o país a cada ano.

A mudança ocorre em um momento em que o Reino Unido pretende migrar para o uso de carros elétricos, com as novas vendas de carros a gasolina e diesel sendo proibidas a partir de 2030.

Ao anunciar as novas leis na conferência da Confederação da Indústria Britânica na segunda-feira, o primeiro-ministro Boris Johnson disse que o Reino Unido iria alterar “de forma radical” seus carros, caminhões, ônibus e outros meios de transporte.

Recarga de carros elétricos nos condomínios | Karpat Advogados

“A força motriz por trás dessa mudança não será o governo, nem mesmo os negócios […], será o consumidor. Serão os jovens de hoje, que verão as consequências das mudanças climáticas e exigirão mais de nós.”

Mas o Partido Trabalhista disse que esta notícia não aborda a “terrível” divisão geográfica em pontos de carregamento já disponíveis.

O governo disse que as novas leis “tornarão tudo tão fácil quanto abastecer um carro a gasolina ou diesel atualmente”.

Carregador de carros elétricos na vaga de garagem torna condomínios mais  sustentáveis - Fraiha

O governo disse que “maneiras mais simples de pagar” para carregar veículos por meio de pagamentos sem a necessidade de contato humano também seriam introduzidas em “todos os novos pontos de carregamento rápido”.

A Grã-Bretanha atualmente tem cerca de 25.000 pontos de carregamento, mas a o órgão regulador de Concorrência e do Mercado disse que poderia precisar de 10 vezes mais do que isso antes de 2030.

A migração para veículos elétricos faz parte da estratégia do Reino Unido para cumprir as metas climáticas, com carros e táxis sendo responsáveis ​​por 16% das emissões do Reino Unido em 2019.

Como está o mercado de carros elétricos no Reino Unido?

As vendas de carros elétricos no Reino Unido estão crescendo, com cerca de 10% dos carros vendidos em 2020 sendo elétricos, em face de um número de 2,5% em 2018.

No entanto, surgiram preocupações sobre a falta de infraestrutura de carregamento para os veículos. O centro de estudos chamado de Policy Exchange alertou que a criação de pontos de carregamento ficou para trás nos planos e disse que há o risco de “pontos ilegais de carregamento” em pequenas cidades e áreas rurais, a menos que este projeto cresça.

Os parlamentares do Comitê de Transporte também disseram que as pessoas devem ser protegidas de preços excessivos para o uso de pontos públicos de carregamento de carros elétricos, uma vez que o carregamento doméstico sendo muito mais barato.

Conheça os benefícios do carro elétrico

Junto com o anúncio sobre os pontos de carregamento, o governo também confirmou que quase 10 milhões de libras serão usadas para financiar um novo projeto ligado a hidrogênio no maior parque eólico terrestre do Reino Unido, perto de Glasgow.

O investimento ajudará o projeto de hidrogênio sustentável chamado de Whitelee a desenvolver o maior eletrolisador do Reino Unido, um sistema que converte água em gás hidrogênio como uma forma de armazenar energia e disponibilizar aos fornecedores de transporte locais um combustível marcado por zero carbono.

Usinas de Energia Solar Atraem R$ 4 bilhões em Investimentos no Tocantins

Kits de Eletrificação Serão Fornecidos Pela General Motors

Bicicleta Elétrica: Como Funciona, Vantagens e Desvantagens (2022)