Americano Cria Tijolo de Cogumelo Mais Resistentes Que Concreto

Os tijolos de cogumelo são feitos do micélio da espécie Ganoderma lucidum, também chamada de Cogumelo Reishi.

Os cogumelos (ou fungos) são organismos incríveis e recheados de qualidades benéficas para todos nós. Por isso, muitos pesquisadores se aventuraram a identificar outras formas surpreendentes de utilizá-las. É o caso do artista americano Philip Ross, que descobriu uma forma de bioconstrução um tanto inusitada: com tijolos de cogumelos!

A Bioconstrução com Tijolos de Cogumelo

Divulgação/Mycoworks

Chamada Mycotecture, a bioconstrução é, nada mais nada menos, que uma pequena estrutura em forma de arco feita com tijolos de cogumelo da espécie dos Reishi, conhecida cientificamente por Ganoderma lucidum. O curioso dessa construção, é que Philip não usa todo o cogumelo (ou o corpo frutífero), mas somente o micélio, que corresponde às raízes fibrosas do organismo. 

Arco produzido por Philip Ross em exposição na cidade de San Francisco, EUA. (Divulgação/Mycoworks)

Na natureza, esta parte do cogumelo forma uma espécie de rede semelhante a um conjunto de fios abaixo do solo, que podem ser visíveis acima do solo, o que lhes permite absorver nutrientes, algo vital para a decomposição da matéria orgânica e para seu crescimento acelerado. 

Como vantagens, o material é incrivelmente durável, à prova d’água, não tóxico, resistente ao fogo e biodegradável.

Processo de Construção com Tijolos de Cogumelo

No projeto de Ross, o cultivo dos cogumelos se dá dentro de sacos com esterco e serragem, dos quais os fungos se alimentam. Após secá-los, os micélios crescidos são cortados com lâminas de aço extremamente resistentes. Todos os “componentes” utilizados ​​pelo artista crescem organicamente na natureza e têm pouco impacto no meio ambiente. 

Os micélios são cultivados dentros de sacos para a produção dos tijolos de cogumelo. (Divulgação/Mycoworks)

Ross aponta que fazer os tijolos de cogumelo necessita menos energia do que quaisquer outros processos de construção não-biodegradáveis. Tudo é orgânico e negativo em carbono. Ele acrescenta que, se cultivados cuidadosamente, os cogumelos podem ser usados ​​para criar a maioria das partes de uma casa.

Resistência

Durante o cultivo, os fungos comem a celulose e produzem quitina, uma substância fibrosa que dá uma incrível força às criações flexíveis.

De acordo com o depoimento de Ross para a revista online Motherboard Vice, em um dos testes de resistência, foram disparadas balas de calibre 38 à queima-roupa: o impacto de todas foi absorvido pelos tijolos de cogumelos.

“Os tijolos são feitos de um material composto formado por um núcleo esponjoso e a parte externa mais densa”, explica o artista. “A camada que encobre os tijolos é incrivelmente dura, resistente à quebras e pode suportar uma enorme pressão externa”.

Futuro do Projeto com Tijolos de Cogumelos

Atualmente, Ross conduz pesquisas e modela os tijolos (e outros itens práticos de fungos) em um estúdio perto de São Francisco, nos EUA. Embora a ideia do fungo como material de construção possa parecer estranha, se diz muito tranquilo quanto ao seu material de pesquisa e trabalho.

“Houve uma evolução cultural e as pessoas estão maduras ao ponto de não entenderem isso como uma tecnologia hippie. Elas estão dispostas a considerar isso além de uma coisa estranha”, afirma Ross. Recentemente, ele entrou com um pedido de patente internacional sobre materiais de construção fúngicos, mas afirma que ainda não está pronto para tornar o projeto, algo corporativo.

O próximo plano de Ross, de acordo com a revista, é construir uma casa inteira para aproximadamente 12 a 20 pessoas, com o mesmo processo de produção do arco de tijolos.

Leia Também

No post here!