fbpx

Curitiba Vai Construir Usina Solar Em Forma De Pirâmide Em Aterro Sanitário

Em colaboração com a Copel (Companhia Paranaense de Energia Elétrica), a Prefeitura de Curitiba desenvolveu o projeto para uma usina solar no aterro sanitário Caximba, que foi desativada em 2010.

As placas solares serão em formato piramidal e o projeto faz parte do programa Curitiba Mais Energia, voltado ao uso de fontes de energias renováveis. O projeto pode atender até 43% da energia consumida por prédios municipais de Curitiba. O projeto tem potência total de geração de 5 Megawatts.

Como funciona a usina solar em forma de pirâmide?

A Pirâmide Solar do Caximba, como foi batizada, contará com uma central solar de 3,5 MW e uma mini-usina de biomassa de 1,5 MW que utilizará resíduos vegetais provenientes das podas de árvores e da limpeza de jardins para gerar eletricidade.

usina solar em curitiba

O projeto será implementado e mantido através de um Acordo de Cooperação Técnica, que será assinado pela Prefeitura Municipal em colaboração com a Copel.

A campanha foi organizada pela distribuidora, que abriu o concurso público 001/2019 para receber propostas de empresas interessadas em projetos de produção de energia distribuída no âmbito dos regulamentos e procedimentos estabelecidos pela Aneel, a Agência Nacional de Energia Elétrica.

A iniciativa é também apoiada pela C40 (rede de cidades empenhadas em combater as alterações climáticas) e pela GIZ (a organização de cooperação internacional do governo alemão).

Energia Solar, noticias Curitiba
Energia Solar, noticias Curitiba
Aterro do Caximba em Curitiba

De acordo com dados preliminares, o investimento global no sistema será de cerca de R$31,5 milhões, com a Copel cobrindo 49% das despesas e a administração municipal os outros 51%.

Outros projetos

O programa Curitiba Mais Energia ainda visa a instalação de usinas fotovoltaicas na rodoviária da cidade e em três de seus terminais de ônibus: Pinheirinho, Santa Cândida e Boqueirão.

Outro fruto do programa de energia limpa de Curitiba foi a usina solar do Palácio 29 de Março, sede da Prefeitura da cidade. Operando desde junho de 2019 com 439 placas solares.

Novo Campus da Google Tem Painéis Solares em Formato de Escama

Cooler Ecológico é Criado Para Substituir Caixa de Isopor

Japoneses Criam Scooter Elétrica Com Espaço Para Pets