fbpx

Usinas de Energia Solar Atraem R$ 4 bilhões em Investimentos no Tocantins

As construções das usinas de energia solar no Tocantins prometem gerar cerca de 1500 empregos na cidade de Gurupi.

Caminhando para um mundo mais sustentável, a cidade de Gurupi, no Tocantins vai ganhar três novas usinas de energia solar em seu território, tornando o município o mais novo polo de energia solar do país.

Recentemente, a prefeita da cidade, Josi Nunes, em conjunto a equipe da secretaria municipal de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente, entregaram as licenças que dão aval para os representantes das três usinas.

As Vantagens na Construção das Usinas de Energia Solar

Energia Solar, noticias Tocantins

De acordo com a prefeitura, serão investidos cerca de R$ 4 bilhões ao decorrer dos próximos cinco anos. A construção das usinas Complexo Fotovoltaico Gurupi, Complexo Fotovoltaico Califórnia e GES Gurupi Energia Solar, impactarão somente 910,5 hectares. Juntas, terão um potencial de produção de 448,381 Megawatts em energia acumulada.

O baixo impacto ambiental das usinas de energia solar é uma grande vantagem, de acordo com o diretor de Meio Ambiente de Gurupi, Diego Rocha, em entrevista para o portal Conexão Tocantins. Isso porque se comparada ao impacto de uma usina hidrelétrica — como a localizada na cidade de Peixes, que ocupa 29400 hectares, produzindo 498,75 megawatts — produzirá quase o mesmo em energia, ocupando menos espaço.

Prefeita assina licença para a construção das usinas de energia solar em Gurupi
Energia Solar, noticias Tocantins

O diretor explica que esse tipo de investimento, além do impacto ambiental positivo e da capacidade de geração de energia, vai possibilitar Gurupi ser um polo produtor de energia solar. Somente no período de construção das usinas de energia solar, serão criados aproximadamente 1200 vagas de emprego diretas e 300 vagas indiretas.

“Gurupi vai passar a ser uma referência na região Norte do País em termos de geração de energia renovável. Isso é importante porque hoje somos privilegiados principalmente com aquilo que a maioria das cidades e regiões não têm, que são os pontos de conexão. É muito caro você transportar essa energia para jogar no sistema, e nós temos hoje aqui duas subestações de energia. Uma delas deve ser ampliada, então nós vamos atrair muito mais investimentos a partir destes empreendimentos instalados aqui”, afirmou o diretor.

O Poder Público na Construção das Usinas de Energia Solar em Gurupi

Uma das usinas de energia solar

A prefeita da cidade nortenha demosntra bastante espectativa e animação com a construção das usinas de energia solar, enaltecendo a agilidade da secretaria de Meio Ambiente nos tramites da obra que tem previsão para iniciarem em 2023. 

“São três empreendimentos que vão gerar muitos empregos e são investimentos altos em nossa região. E tudo isso é possibilitado com o apoio do poder público. A nossa diretoria de meio ambiente se debruçou sobre esses três processos e hoje eles estão aqui recebendo uma licença prévia para que o empreendimento já de um start. Nossa gestão será facilitadora desses projetos que geram desenvolvimento, essa é nossa meta”, destacou.

Já Donizeti Nogueira, representante da usina GES Gurupi Energia Solar, afirma que sem o apoio e incentivo do poder público aos investimentos, os empreendimentos não sairiam do papel.

A equipe da prefeita Josi Nunes foi essencial para garantir esse investimento na ordem de R$ 300 milhões somente da nossa empresa. O papel da prefeitura como indutora do desenvolvimento local foi fundamental. A gestão cumpriu o papel dela e agora nós vamos cumprir o nosso implantando os projetos”, finaliza.

Usinas de Energia Solar Atraem R$ 4 bilhões em Investimentos no Tocantins

Kits de Eletrificação Serão Fornecidos Pela General Motors

Bicicleta Elétrica: Como Funciona, Vantagens e Desvantagens (2022)