fbpx

Tesla Cria Bateria Para Carros Elétricos Que Pode Durar 100 Anos

Tecnologia inovadora de bateria para carro elétrico da Tesla poderia ser a solução mais eficiente e duradoura na geração de energia limpa

Já pensou ter um carro elétrico em que a bateria vai durar toda sua vida (e mais um pouco)? Pois, é o que pretende a Tesla, ao pesquisar uma bateria para carros elétricos que pode durar até 100 anos.

Em conjunto ao laboratório do especialista Jeff Dahn, na Universidade de Dalhousie, em Halifax, no Canadá; desde 2016 a Tesla trabalha em pesquisas, elaboração de patentes e publicações sobre baterias e eletrificação. A pesquisa mais recente é, justamente, para desenvolver uma bateria à base de níquel com uma vida útil consideravelmente melhor do que as baterias atualmente usadas em carros elétricos.

Com Irá Funcionar a Bateria Para Carros Elétricos de 100 Anos?

Mobilidade, noticias tesla

De acordo com os especialistas, um dos conceitos-chave para a autonomia da bateria é a sua densidade, ou seja, a quantidade de energia capaz de ser armazenada em um volume de combustível. 

Menos densidade significa a necessidade de uma bateria maior para percorrer uma determinada distância. Já as baterias com maior densidade ocupam menos espaço no carro e permitem ao motorista percorrer maiores distância sem necessidade de recarga. 

A proposta da nova bateria para carros elétricos é aumentar a densidade de energia utilizando níquel em sua composição química.
Mobilidade, noticias tesla

A proposta da nova bateria para carros elétricos é aumentar a densidade de energia utilizando níquel em sua composição química. Dessa forma, irá assegurar uma autonomia maior ao veículo elétrico. 

Segundo os pesquisadores, para que a bateria super durável funcione, é preciso que sua temperatura esteja atingindo níveis de até 25°C de forma constante. Eles também explicam que a química utilizada é comparável à das baterias de lítio (LFP), mas com maior densidade energética.

Além do enorme poder de autonomia da bateria para carros elétricos, a nova tecnologia vai amenizar a questão da escassez de materiais no mercado
Mobilidade, noticias tesla

“A melhora da vida útil em alta temperatura é demonstrada com eletrólitos que contêm sal de bis(flurosulonil)mida de lítio (LiFSl), muito além daqueles fornecidos pelos eletrólitos convencionais de LiPF6”, explicam os pesquisadores. Ainda acrescentam que o benefício ocorre mesmo em químicas com pouco ou nenhum cobalto.

Além do enorme poder de autonomia da bateria para carros elétricos, a nova tecnologia vai amenizar a questão da escassez de materiais no mercado, como o  próprio cobalto, entre outros materiais de bastante escassez em nosso planeta. 

Futuro da Inovadora Bateria Para Carros Elétricos

Mobilidade, noticias tesla

Atualmente, a Tesla utiliza baterias LFP em seus carros, que garantem uma densidade extremamente alta para os parâmetros atuais. Com isso, ela permite que o consumidor tenha um intervalo maior entre cargas, o que é um ótimo custo-benefício a longo prazo.

Já a futura bateria para carros elétricos terá tempo de duração maior que o próprio carro. Dessa forma, também reduzirá notavelmente os custos e ainda poderá ser reutilizada em outros modelos de veículos da Tesla.

As pesquisas sobre a bateria devem ser estendidas até 2026, no entanto, a equipe já vislumbra um futuro eletrificado mais durável e eficiente a partir da nova ferramenta.

Voltz Lança Primeiro Triciclo Elétrico De Produção 100% Brasileira

Trem Turístico Movido a Energia Solar Ligará Argentina a Machu Picchu

Startup Americana Cria Casa Auto-Suficiente Modular Que Não Usa Combustíveis Fósseis