Projeto Agrogym Alia Horta Orgânica Com a Prática De Atividades Físicas

Aliar exercícios físicos ao manejo de hortas orgânicas comunitárias é o propósito do Projeto AgroGym, idealizado pelo Instituto Tico-Tico em São Paulo.

O projeto realizado no viveiro da Escola União, sob o apoio da comunidade da Zona Leste e também de integrantes do grupo Mulheres do GAU, funciona como um mutirão de prática de exercícios físicos e plantio agrícola.

Isso porque, o AgroGym se assemelha a uma academia de ginástica dentro de uma horta, onde os praticantes de exercícios, além de garantir mais saúde e qualidade de vida com os treinos, também facilitam o trabalho de cultivo na horta comunitária; já que os aparelhos são interligados com as ferramentas agrícolas.

Aparelhos de ginástica X ferramentas agrícolas

A ligação entre os recursos comuns de academia com as ferramentas agrícolas foram elaborada pelo consultor em Qualidade de Vida e Treinamento Integral Nuno Cobra Jr.

No geral são seis conexões, que permitem que os usuários, além de se exercitar, colaborem com a produção orgânica da horta.

Essas ferramentas agrícolas funcionam através da energia humana, ou seja, ao pedalar uma bicicleta, por exemplo, o indivíduo consegue acionar uma trituradora de galhos.

Ainda segundo o consultor Nuno Cobra, todos os grupos musculares são articulados nesse circuito estratégico e totalmente sustentável.

Além da trituradora movida à energia das pedaladas, existe ainda uma bomba d’água manual, balde duplo, pá dupla, estação de peneiras e um sapato areador, todos dependem da execução de exercícios para um bom funcionamento.

Mais AgroGym pelo país

O projeto criado em 2018 não deve ficar apenas no viveiro da Escola União. Os idealizadores visam sua expansão por toda a cidade de São Paulo, quiçá em todo o país.

Para eles, o engajamento da comunidade é essencial para a construção, uso e manutenção da academia.

Leia Também

No post here!