fbpx

Trem Turístico Movido a Energia Solar Ligará Argentina a Machu Picchu

A primeira etapa de construção do trem turístico movido a energia solar liga a região de Volcán com as cidades de Purmamarca e Maimará, na Argentina

Que tal unir diversão e sustentabilidade? É o que acontecerá agora nas viagens entre Argentina e Peru. Os países terão o primeiro trem turístico movido a energia solar do continente, ligando a província de Jujuy, na Argentina, a Cusco, no Peru, onde está localizada a histórica Machu Picchu.

Segundo o governo da província argentina, as obras para a montagem do transporte turístico, nomeado “Tren de la Quebrada”, começaram em fevereiro de 2018 e serão finalizadas ainda este ano.

Detalhes das Obras do Trem Turístico Movido a Energia Solar

O trem turístico movido a energia solar

O trem turístico movido a energia solar teve como objetivo em sua primeira etapa de obras, realizar o trajeto da região de Volcán às cidades de Purmamarca e Maimará — localizadas na província de Jujuy, no norte argentino — com cerca de 10 km de percurso. 

Para a primeira etapa, foram investidos US$ 9 milhões pelo governo Argentino, para reativar a linha ferroviária de Belgrano Cargas, desativada havia 25 anos. A quantia é provinda do total de 75 milhões adquiridos por empréstimo do Banco de Desenvolvimento da América Latina (Corporação Andina de Fomento).

Mobilidade, noticias Argentina
Mobilidade, noticias Argentina

Para a segunda etapa, com previsão de cerca de US$ 6 milhões em gastos, o objetivo é ampliar o trajeto até a cidade de Uyuni e o Lago Titicaca, na Bolívia. De lá, o passageiro poderá embarcar na linha ferroviária boliviana para ir até Cusco, no Peru, onde está localizada a famosa cidade pré-colombiana de Machu Picchu.

“Este é um grande desafio, por que estamos desenvolvendo uma tecnologia nova para o transporte ferroviário do futuro”, comentou Pablo Rodríguez Mesina, um dos coordenadores do projeto.

O Tren de la Quebrada não é o primeiro trem turístico movido a energia solar

Para operar com energia solar, o trem possui instalado no teto, alguns painéis solares fotovoltaicos, são eles que convertem a energia solar em elétrica. O projeto conta com a assistência de técnicos e especialistas já experientes no assunto, uma vez que foram os grandes responsáveis pelo trem solar de Byron Bay, na Austrália, considerado o pioneiro.

O primeiro trem turístico movido a energia solar da América Latina, de início, conta com apenas um vagão, capaz de transportar cerca de 240 passageiros. Por ser um trem turístico, a velocidade de operação será de e 30 quilômetros por hora. Apesar de ser uma viagem, contará com lindas paisagens.

Primeiro Trem Turístico Movido a Energia Solar

Mobilidade, noticias Argentina

Como dissemos, o Tren de la Quebrada não é o primeiro trem turístico movido a energia solar. Na Austrália, a empresa Byron Bay Railroad Company restaurou um antigo trem, equipando-o com uma matriz solar de 6,5 kW feita por painéis solares flexíveis.

Esestes, por sua vez, revestem todo o teto do veículo, armazenando energia em um sistema de baterias de 77 kWh. O sistema poderá ser recarregado entre cada viagem a partir de uma matriz solar de 30kW localizada na estação principal. Cada uma das baterias oferece cerca de 10 a 15 viagens de autonomia.

Além do veículo, a empresa restaurou os trilhos e até mesmo uma ponte entre a cidade de Byron Bay e Elements of Byron Bay, de forma a fornecer transporte público a preços acessíveis para todos.

Usinas de Energia Solar Atraem R$ 4 bilhões em Investimentos no Tocantins

Kits de Eletrificação Serão Fornecidos Pela General Motors

Bicicleta Elétrica: Como Funciona, Vantagens e Desvantagens (2022)