fbpx

Triciclo Elétrico Alemão É Tendência em 50 Países

O triciclo elétrico alemão da marca CityCruiser foi confeccionado para funcionar como um táxi

Aparentemente táxis e/ou apps de transporte estão com seus dias contados. Porque? Um triciclo elétrico alemão foi elaborado para ser uma alternativa sustentável e inovadora que poderá colocar em xeque as opções usuais de transporte público.

A empresa por trás do CityCruiser (como foi nomeado) é a alemã Bayk que tem mais de 20 anos de história em soluções sustentáveis para transporte. O objetivo do novo veículo é ser uma espécie de táxi com pedais.

Como Funciona o Triciclo Elétrico Alemão?

Mobilidade, noticias Alemanha

O triciclo elétrico alemão CityCruiser foi projetado para atender a demanda de mobilidade elétrica nos grandes centros urbanos, principalmente os que estão localizados na Europa. 

Também chamado de “velotáxi” ou “táxi a pedais”, o inovador transporte oferece ao usuário uma velocidade de ate 25km/h, motor com 250 watts de potência e pneus que chegam a 10 kgfm de torque. 

Mobilidade, noticias Alemanha
Mobilidade, noticias Alemanha
Entre as cidades onde o triciclo elétrico alemão está presente, estão Tóquio, Nagoya e Kyoto, no Japão, e Lille, Nice e Montpellier, na França

Apesar disso, o limite de velocidade do triciclo é imposto pelo software criado pela Bayk (ainda que seja possível ir além do limite, o usuário poderá danificar os componentes do veículo). Suas baterias têm potência de até 4000 Wh.

Ainda de acordo a empresa, o triciclo elétrico consegue entregar uma autonomia de até 80 km com somente uma recarga. Isso quer dizer, que o CityCruiser consegue atingir o seu propósito: realizar pequenas viagens pela cidade. 

A empresa alerta que a extensão da carga do triciclo elétrico alemão funciona conforme o uso do pedal de assistência pelo usuário, o nível atual do motor, além de aspectos geográficos do ambiente (como superfície, vento e/ou temperatura).

Características do Triciclo Elétrico Alemão

Mobilidade, noticias Alemanha

O CityCruiser apresenta um painel solar na cobertura, ainda que a Bayk não tenha esclarecido se a ferramenta servirá para recarga do triciclo elétrico alemão. 

Seu cockpit (espaço onde piloto e usuários se alojam) foi totalmente confeccionado com polietileno ecológico. Com isso, o veículo de três rodas consegue suportar até 495 quilos (contando estrutura, piloto e dois passageiros), além da carenagem para patrocínios de 5 metros quadrados.

É possível começar uma frota de “velotáxis” com 20 veículos, segundo a Bayk. O táxi a pedais com motor duplo custa em torno de 9.990 euros (em torno de R$ 51,5 mil, em conversão direta), enquanto os carregadores rápidos saem em torno de US$ 2.890 (R$ 14,9 mil).

Entre as cidades onde o triciclo elétrico alemão está presente, estão Tóquio, Nagoya e Kyoto, no Japão, e Lille, Nice e Montpellier, na França — neste último país, os veículos foram licenciados para a empresa local Happymoov —, além de uma série de localidades na Alemanha.

Usinas de Energia Solar Atraem R$ 4 bilhões em Investimentos no Tocantins

Kits de Eletrificação Serão Fornecidos Pela General Motors

Bicicleta Elétrica: Como Funciona, Vantagens e Desvantagens (2022)