Tijolo de Plástico Reciclado? ♻🏠 Conheça a Tecnologia Que Está Revolucionando a Construção Civil

Novo recurso, que otimiza tempo através da bioconstrução com plástico reciclado, já está disponível no Brasil

Mais uma inovação do setor de construção civil vem garantindo projetos cada vez mais sustentáveis. Desta vez, a novidade são os tijolos feitos de plástico reciclado, que chegaram recentemente ao Brasil, através da empresa italiana Presanella Building System.

O principal objetivo deste novo recurso de bioconstrução é o reaproveitamento sustentável do material, que antes era descartado sem utilidade, entretanto, as vantagens foram muito além.

Isso porque, os novos tijolos de plástico garantem uma economia significativa no processo de construção, bem menores do que dos tijolos convencionais.

Além disso, com os tijolos de plástico reciclado, todo o processo se torna muito mais rápido, otimizando o tempo do projeto.

Outra grande vantagem que também não pode ficar de fora é a questão ambiental. Visto que no ramo da construção, o impacto ambiental dos resíduos utilizados é bem extenso, buscar alternativas sustentáveis sempre será uma boa alternativa para compensar tais agressões.

Como são feitos os tijolos de plástico reciclado

Os tijolos de plástico da Presanella Building System passam por um processo simples e prático, tornando sua fabricação ainda mais econômica.

O primeiro passo para sua composição é a extrusão. O plástico é derretido e colocado em moldes específicos. Logo após o período de secagem, já podem ser incorporados à construção.

De acordo com os fabricantes, 2.500 quilos de plástico reciclado garantem uma casa de até 80m².

Mais opções sustentáveis no mercado

Além dos tijolos de plástico, o setor de bioconstrução segue em ascensão, garantindo cada vez mais novidades para quem busca projetos sustentáveis.

Borrachas já são utilizadas na fabricação de concreto, assim como materiais biodegradáveis, entre tintas, vernizes e solventes feitos de pigmentos ou óleos naturais, minerais e proteína de leite.

Também é válido destacar a ascensão de projetos com casas autossuficientes, que além de usar materiais da bioconstrução, fazem uso de recursos sustentáveis como energia solar, eólica, captação da água da chuva para abastecimento interno, entre muitas outras soluções.

Veja mais sobre o projeto da Presanella Building System:

Leia Também

No post here!