fbpx

Venda De Carros Elétricos e Híbridos Dispara em 2022 e Montadoras Aumentam Oferta

O número de modelos disponíveis no Brasil deve aumentar de 70 para 100 ainda esse ano, com chegada de mais 30 modelos.

Ao passo que o mercado de veículos convencionais está em queda, o segmento de modelos híbridos e elétricos está ganhando destaque. Inclusive, no recorte de janeiro a maio deste ano no Brasil, a venda desse tipo de veículo aumentou 57,7%.

Em comparação, o mercado total de automóveis leves caiu cerca de 18%, quando comparado ao mesmo período de tempo no ano anterior. Que vale lembrar estava em um período mais crítico da pandemia.

carros elétricos e híbridos

Já o nicho de carros elétricos e híbridos, passaram a representar cerca de 2,3% de todas as vendas do setor, mostrando um grande crescimento, quando comparado a três anos atrás, que representava apenas 0,4% das vendas.

Claro que os modelos elétricos e híbridos ainda têm resultados “tímidos”, entretanto é claro o seu crescimento. Ainda que de forma lenta, porém constantes.

Isso mostra que os consumidores cada vez mais estão buscando uma saída menos poluente, ao mesmo tempo que os modelos elétricos e híbridos são muito mais econômicos do ponto de vista de abastecimento, que os modelos totalmente movidos a combustão.

Além disso, toda nova tecnologia leva um tempo para cair no gosto popular. Ainda mais que o preço de compra desse tipo de veículo é mais elevado.

O Brasil conta atualmente com 70 modelos entre os 100% elétricos (BEV), híbridos que contam com motor a combustão e elétrico, com a bateria auto recarregável (HEV) e os híbridos plug-in que também podem ser carregados através da tomada (PHEV).

Mobilidade, noticias Brasil

Por conta dos investimentos das marcas nessa tecnologia, mais 30 modelos prometem ser lançados até o final de 2022. Dessa forma, o objetivo é ter mais de 100 modelos totalmente elétricos ou híbridos disponíveis para o público brasileiro.

Para Adalberto Maluf, presidente da Associação Brasileira do Veículo Elétrico (ABVE), a maior oferta tem a ver com o interesse do consumidor por novas tecnologias. Como comparativo, ele informa que nos EUA também há 70 modelos elétricos e híbridos à venda.

Lá, a participação no mercado total foi de 4,5% em 2021. Na Alemanha, onde os elétricos e os híbridos plug-in já respondem por 26% do mercado, há 160 modelos à venda.

“Mesmo sem uma política de incentivos, o brasileiro está comprando carros elétricos; se tivesse incentivo, como na maioria dos países, o mercado já seria bem maior hoje”, avalia Maluf.

Disputas entre carros elétricos e convencionais

Inclusive, o aumento da procura por esses modelos reflete diretamente na disputa entre as montadoras que querem tirar uma parte grande dessa fatia de vendas. Exceto a Volkswagen, no Brasil, todas as marcas contam com pelo menos um modelo elétrico ou híbrido para venda.

Mobilidade, noticias Brasil

Porém, o grande foco ainda está na importação e não na fabricação em si. Sendo atualmente, que apenas a Toyota está produzindo esses modelos em solo obrasileiro.

Preço

O preço dos modelos eletrificados custam entre R$140.000,00 do iCar (Caoa Chery) até os modelos da Ferrari Stradale que custa 7,4 milhões e 8,4 milhões de reais na versão Spider. Ambos os modelos contam com tecnologia híbrida plug-in.

Por conta disso, o alto custo de compra ainda é um dos fatores do porque o mercado de carros elétricos e híbridos não cresce no Brasil. O valor é bastante elevado quando comparado a modelos parecidos em versões a combustão.

Entretanto, com o aumento da procura e barateamento na produção, essa diferença de preço está caindo. Inclusive, isso deve continuar cada vez mais, até o momento que os preços sejam praticamente os mesmos.

Usinas de Energia Solar Atraem R$ 4 bilhões em Investimentos no Tocantins

Kits de Eletrificação Serão Fornecidos Pela General Motors

Bicicleta Elétrica: Como Funciona, Vantagens e Desvantagens (2022)